Entrevista com a Atleta de MTB - Sandra Dias
14/12/2017




Quando você começou a praticar?
Há 4  anos conheci o esporte e há 3 anos comecei a dedicar aos treinos e competições.

Como surgiu o interesse pelo esporte?
Em busca de saúde e diversão, mas depois que comecei a treinar descobri meu lado competitivo.

Existe alguém/algo que lhe inspira?
O esporte é inspirador, ele te desafia a todo tempo.

Qual o seu melhor e pior momento no esporte?
O meu melhor momento foi ter conquistado o pódio no Iron Biker 2017 e o pior foi numa corrida onde tive uma queda e me lesionei.  Isso me manteve afastada da rotina.

O que você espera para o futuro do esporte?
Espero mais pessoas se inspirem e também queiram praticar, pois o esporte é maravilhoso.

Qual o seu maior sonho?
Correr na elite feminina e poder contar com algum patrocinador que me apoie.

Hoje, quais os maiores obstáculos no seu esporte e o que você faz para superá-los?
A situação financeira. Infelizmente nosso país não incentiva a prática esportiva e temos que driblar muitos obstáculos para conseguir custear os gastos das corridas e treinamento. Conto com apoio de amigos e algumas empresas que me ajudam nessa parte.

Nos conte um caso interessante sobre sua vida no esporte.
É muito legal estar no meio do ciclismo. Hoje sou muito conhecida, as pessoas fazem questão de vir até a mim para pedir dicas de treinamento e de como melhorar no esporte. Isso pra mim é fantástico, pois faz pouco tempo que ingressei no esporte.

Você já passou por alguma situação inusitada?
Já passei por momentos de tristeza quando perdi uma amiga de treino atropelada enquanto treinava.

Deixe um recado para quem está começando no esporte.
O legado que pretendo deixar é a minha frase que sempre penso todo dia de treino ou de corrida: “Desistir não é uma opção!”
Para todas pessoas irem atrás dos seus sonhos.